Como fazer a transição do berço para a cama infantil

29 de outubro, 2021

Como fazer a transição do berço para a cama infantil

Você lembra de quando os seus pais te tiraram do berço e te deram a sua primeira caminha? É bem provável que não, até porque você era bem novo quando isso aconteceu, mas os seus pais com certeza se lembram. Oh se lembram.

A transição do berço para a cama infantil é um período que pode ser assustador e difícil para os pais, que ficam com medo de quedas, frustrados com as saídas constantes da caminha e tensos com a sensação de que seu bebê já não é mais tão bebê assim. Se for uma transição porque vem aí um irmãozinho então…

Mas não precisa ser assim. Dar adeus ao berço e crescer para a caminha é um marco na vida de qualquer pessoa (mesmo que ela não se recorde disso). E, não, não tem porque ser uma memória traumática. 

Quando é a hora certa de fazer a transição do berço para a cama

Se você não é um relógio britânico, imagine então o seu bebê. Não existe regra para a hora perfeita, igual para todos, para uma criança fazer a transição do berço para a cama. Assim como a introdução da alimentação ou o desfralde, existe a hora certa para cada criança, que pode ser bem diferente das demais. 

Enquanto algumas aos 18 meses já começam a mostrar sinais de crescimento para ganharem uma caminha para chamarem de sua, outras podem esperar até os três anos de idade. E está tudo bem. 

Alguns sinais, porém, mostram quando é hora de começar a abandonar o berço:

A criança consegue escapar do berço

Quando a criança já for capaz de se sentar sozinha, já é hora de baixar a altura do colchão do berço para que ela não caia ao se apoiar e sem consiga saltar a grade. Quando ela ficar de pé, o colchão deve estar na posição mais baixa possível. 

De acordo com a Academia Americana de Pediatria, a hora de fazer a transição do berço para a cama é quando a altura das grades for menor que três quartos da altura da criança, o que equivale aproximadamente ao nível dos mamilos. É neste período que escalar e saltar do berço começa a ficar mais fácil. 

+ Leia Mais: Como deixar o sono do bebê mais seguro

O berço está ficando pequeno

A oferta de berços de todos os tipos e tamanhos é cada vez maior. São tantas opções que fica difícil escolher. 

Alguns dos modelos disponíveis são bem pequenos, focados nos bebês menores. Se este for o seu caso, a transição para a cama pode ter que ser antecipada. As crianças crescem muito rápido e o berço fica pequeno rapidamente.

Antes de correr para comprar outro ou antecipar a transição, vale a pena considerar a possibilidade de deixar a criança dormindo por um período em um berço de viagem, por exemplo. Ele não serve apenas para quando você está fora de casa. 

A criança está pedindo uma cama

Seja por exposição a alguma mídia, contato com os coleguinhas na creche ou mesmo por ter ouvido os pais falarem sobre isso, algumas crianças podem pedir para sair do berço antes mesmo de a família considerar essa possibilidade.

Isso pode até mesmo indicar que a transição do berço para a cama vai ser mais tranquila.

A chegada de um irmãozinho se aproxima

Não tem porque comprar um novo berço quando a idade dos irmãos é próxima. Mas se ela for muito próxima pode gerar dúvidas: o recém-nascido precisa do berço, mas o irmão mais velho ainda não está pronto para começar a usar a cama. 

Neste caso, uma boa opção é colocar o mais novo em um berço dobrável ou aqueles que ficam presos à cama dos pais nos primeiros meses. Até porque durante os seis primeiros pais e bebês devem estar no mesmo quarto. Durante este período, o mais velho vai amadurecendo até estar pronto para a cama sem se sentir “expulso”.

Agora, se o mais velho já estiver preparado para a transição do berço para a cama durante a gravidez, ela deve ser feita o quanto antes, justamente para evitar esse sentimento de expulsão e de “perder território”. Em seguida, vamos dar algumas dicas para isso.

Dicas para fazer uma transição do berço para a cama mais suave

Sentimento de empoderamento, independência e participação são essenciais para uma transição do berço para a cama são as chaves do sucesso.

  • Aposte por um berço “conversível”, daqueles que a grade pode ser removida para transformá-lo em cama. Isso deixa o ambiente mais familiar para a criança na nora de fazer a transição.
  • Envolva a criança no processo, seja levando ela junto na hora de comprar a cama, deixando que ela escolha uma roupa de cama nova ou mesmo presenteando ela com um bichinho de pelúcia novo para decorar o espaço.
  • Reforço positivo para elogiar e incentivar o seu filho a ser cada vez mais independente na hora de dormir. Por mais que ele tenha saído da cama algumas vezes, elogie o tempo que ele ficou na cama. 
  • Escolha a cama certa: se possível, opte por uma cama baixa e apropriada para o tamanho infantil. Isso diminui o impacto caso a criança role para o lado e acabe caindo da cama. Se isso não for possível, instale uma proteção nas laterais para evitar a queda ou proteja o chão com tapetes e almofadas.
  • Segurança acima de tudo! Além da proteção contra possíveis quedas, lembre-se de revisar toda a segurança do quarto, reforçando as tampas de tomada, usando travas de portas e gavetas e protegendo a janela. Lembre-se que a criança poderá explorar o quarto livremente ao descer do colchão.
  • Espere o desfralde terminar (ou faça a transição do berço para a cama antes de ele começar). Sair das fraldas e começar a dormir em uma cama “de criança grande” são duas mudanças impactantes na vida de uma criança e devem ser feitas uma de cada faz para diminuir o estresse infantil. 
  • Mantenha a higiene do sono que a criança já tinha, fazendo a hora de dormir divertida e parte da rotina, não um momento de estresse. Crie para o seu filho um ritual de sono.
  • Ao retornar para a cama, sem brincadeira. Quando a criança se levantar no meio da noite, ofereça o que ela quer (água ou uma ida ao banheiro), mas não engaje em brincadeiras ou ficar fazendo carinho, pois ela irá associar a escapada como um momento gostoso.
  • Paciência é parte fundamental do processo de transição do berço para a cama. Pode ser rápido e pode levar tempo, depende de cada criança. 

Boa noite. Para você e a criança na cama.

Compartilhar artigo

Leia também

Arrow
Arrow
Faça parte da comunidade Persono
Enviaremos somente conteúdos relevantes para contribuir com a qualidade do seu sono e não encher a sua caixa de email