Por que você precisa dormir bem antes de tomar uma vacina

18 de janeiro, 2021

Por que você precisa dormir bem antes de tomar uma vacina

O domingo 17 de janeiro de 2021 marcou um dos dias mais esperados dos últimos tempos. Com a aprovação em caráter emergencial por parte da Anvisa, foi aplicada a primeira vacina contra a Covid-19 no Brasil, na enfermeira Monica Calazans. A imunização será feita por grupos prioritários, mas independente da sua posição na fila, você já pode começar a se preparar para ela. Como? Dormindo.

O sono é um grande aliado do sistema imunológico e em tempos de pandemia essa pode ser a chave do sucesso no tratamento epidemiológico. 

O travesseiro com a tecnologia Persono monitora a qualidade do sono de modo confortável, melhor que os sleep trackers tradicionais do mercado

Sono e vacinação são grandes aliados

Diferentes pesquisas desenvolvidas nos últimos anos mostram com efetividade a correlação entre a vacina e o sono.

Em março de 2020, um grupo de cientistas dos setores de Psicologia e Psiquiatria de quatro universidades americanas se juntou para publicar um estudo chamado “Links Temporais entre o Sono e a Resposta dos Anticorpos à Vacina da Gripe”. 

Eles analisaram os diários de sono de 83 pessoas saudáveis, todas vacinadas no terceiro dia de acompanhamento, e perceberam que períodos de sono mais curtos nas duas noites prévias à vacinação estavam associados a menores quantidades de anticorpos produzidos posteriormente. Ou seja: em quem dormiu menos, a vacina foi menos efetiva

“Esses resultados dão suporte à associação entre a duração do sono e a resposta dos anticorpos, sugerindo que as noites de sono são críticas para a vacina”, explicam os cientistas.

Sono pós-vacina também é importante

Depois de tomar a vacina já não precisa mais se preocupar com uma boa noite de sono, afinal você já está imunizado, certo? Não exatamente. A começar que dormir bem deve ser prioridade sempre, com ou sem programa de imunização acontecendo. Mas nesse caso, um descanso adequado se torna ainda mais importante. 

Pesquisadores das áreas de neuroendocrinologia e microbiologia da Universidade de Lübek, na Alemanha, descobriram que o sono após tomar uma vacina tem capacidade de aumentar a memória imunológica do corpo

Eles analisaram homens de rotina saudável e condições físicas semelhantes e perceberam que dormir impulsionou diferentes respostas imunes no corpo.

Então dormir torna a vacina contra a Covid-19 mais efetiva?

Tudo indica que sim, afinal os testes feitos com imunizantes para diferentes doenças foram mais efetivos em pessoas que tiveram boas noites de sono, antes ou depois da sua aplicação. Nos estudos mencionados neste post, por exemplo, os testes foram feitos com vacinas contra a gripe comum (influenza) e contra a hepatite A.

É essencial ressaltar, porém, que ainda não foram publicados estudos sobre o sono feitos especificamente com as vacinas contra o novo Coronavírus. 

“Nós ainda precisamos estudar se essa correlação também existe entre dormir bem e a imunização contra a Covid-19, porque se houver, isso será um divisor de águas“, explicou em entrevista à CNN americana o cientista Matthew Walker, professor de neurociência e psicologia da Universidade da Califórnia, Berkeley, e um dos maiores especialistas em sono do mundo.

O que sim é fato comprovado há muito tempo é o vínculo íntimo entre o sono de qualidade e a imunidade. Pessoas que dormem menos de sete horas por noite têm três vezes mais chances de se infectar com a gripe comum, explicou Walker na mesma entrevista. “Também sabemos que quem dorme cinco horas ou menos por noite tem 70% mais chances de contrair pneumonia”

Ajuda na imunidade, com ou sem vacina, antes ou depois da imunização. Precisa de mais motivos para dormir bem? Boa noite e continue acompanhando o conteúdo do Persono para melhorar a qualidade do seu sono.

Compartilhar artigo

Leia também

Arrow
Arrow
Faça parte da comunidade Persono
Enviaremos somente conteúdos relevantes para contribuir com a qualidade do seu sono e não encher a sua caixa de email