Entenda por que você acorda no meio da noite

18 de janeiro, 2021

Entenda por que você acorda no meio da noite

Para muitas pessoas é uma rotina: elas já vão para a cama sabendo que no meio da noite vão acordar, muitas vezes no mesmo horário. E nem precisa ter motivo para isso, simplesmente despertam. Esse problema tem um nome: sono interrompido.

Um sono que começa e para não é tão renovador quanto o sono contínuo. Estudos recentes da medicina do sono mostram uma correlação forte entre a qualidade e a continuidade do descanso noturno. Quando interrompido ou fragmentado, ele contribui para outros problemas como insônia e sonolência diurna.

Isso quer dizer que mesmo quando as interrupções não reduzem o tempo total na cama, elas ainda sim são prejudiciais, uma vez que quebram a cadência das etapas do sono, o que pode ser associado com desde problemas de memória até mesmo Mal de Alzheimer.

O que causa o despertar no meio da noite?

Em um artigo, a Dra Neha Pathak, especializada em medicina de estilo de vida, classifica os motivos de sono interrompido em seis categorias:

Faça o download do White Paper Sono, a nova fronteira para o desenvolvimento da humanidade do Persono
Clique na imagem para baixar

Causas Físicas

São condições de saúde crônicas ou temporais que podem piorar à noite.

Dor: causada por trauma, artrite e problemas cardíacos, entre outros. Se a dor é forte o suficiente para impedir o sono, avise o seu médico imediatamente.

Problemas respiratórios: como asma, bronquite ou questões pulmonares.

Sistema digestório: problemas crônicos, como o refluxo ou gastrite; ou temporários, como refeições muito pesadas ou condimentadas no período da noite.

Questões hormonais: sobretudo para mulheres durante os picos de hormônio no período menstrual ou na menopausa.

– Urinação noturna: por ter bebido muitos líquidos ou diuréticos perto da hora de dormir, gravidez ou por condições como diabetes e inflamação da bexiga.

Causas Psicológicas

A pesquisa Acorda, Brasil!, desenvolvida a pedido do Persono, conduzida pela plataforma de human analytics da MindMiners e coordenada pela consultoria Unimark/Longo, mostrou que 27% dos brasileiros afirmam que o estresse atrapalha o seu sono. De fato, ele faz o sono mais leve e impede que se chegue aos sonos REM e profundo.

Outros problemas psicológicos que podem fazer as pessoas acordarem no meio da noite são Ansiedade, Transtorno Bipolar, Depressão e Esquizofrenia. 

Maus hábitos do sono

Temos que dormir bem para viver melhor e viver bem para dormir melhor, como em uma ciranda. 

Tudo o que fazemos durante o dia tem impacto quando nos deitamos na cama e alguns hábitos comuns geram despertares noturnos frequentes, prejudicando o merecido descanso diário, tais como uso excessivo de eletrônicos e consumo de álcool e cafeína.

Para saber mais sobre os maus hábitos que atrapalham o sono, acesse o nosso post especial sobre o tema clicando aqui.

Local inadequado para o sono

Às vezes o próprio quarto é inimigo do sono, com estímulos ambientais e sonoros que ocasionam o despertar no meio da noite. Veja abaixo algumas dicas para melhorar o seu refúgio:

Evite todo o tipo de luz, usando cortinas do tipo blecaute ou uma máscara para os olhos. Elimine também luzes emitidas por eletrônicos mesmo quando desligados. 

Elimine também fontes de ruído externo, usando janelas antirruído ou mesmo earplugs. Máquinas de “ruído branco” ou ventiladores também podem ajudar a barrar o barulho de fora.

– Cuidado com o frio e o calor. A temperatura ideal para o sono é entre 18° C a 22° C, podendo variar um pouco de acordo com preferências pessoais. 

Horário de dormir confuso

Quando não há uma rotina do sono, o despertar no meio da noite se torna mais comum. Por isso mesmo pessoas em jet lag e que trabalham por turnos ou no período noturno costumam ter dificuldade para dormir. 

Além disso, ao longo da vida, os padrões de sono vão mudando e é preciso se adaptar a isso para dormir com mais qualidade. 

Distúrbios do sono

Nem sempre dormir mal é sinônimo apenas de falta de rotina ou maus hábitos. Os distúrbios do sono afetam 40% dos brasileiros de acordo com o Ministério da Saúde. E, como qualquer doença, eles exigem cuidados.

Entre os distúrbios que mais causam sono interrompido estão a Apneia, Síndrome das Pernas Inquietas e Terror Noturno.

Quando devo me preocupar com o sono interrompido?

É essencial ressaltar que acordar no meio da noite é relativamente normal, mas apenas até certo ponto. E por certo ponto queremos dizer tempo. Quando isso acontece durante vários dias seguidos sem motivo aparente, como algum medicamento ou até mesmo o alarme de um carro disparando, é um sinal de alerta.

O conselho é manter um diário do sono, no qual sejam anotados os dias em que você acordou de madrugada e aproximadamente quanto tempo o sono demorou para voltar. Se algo parecer errado nessas anotações, é porque pode efetivamente estar. Neste caso, procure o seu médico de confiança ou um especialista em sono.

Outros motivos de alerta de sono interrompido são excessiva sonolência diurna e ronco muito alto, indicando problemas respiratórios noturnos.

Esses sinais são especialmente importantes porque muitas vezes acontecem microdespertares que nem sequer são percebidos. A pessoa acorda, mas pela manhã não se lembra desse acontecimento, já que ele dura, em média, 10 segundos. Isso pode ser sinal de apneia do sono.

Compartilhar artigo

Leia também

Arrow
Arrow
Faça parte da comunidade Persono
Enviaremos somente conteúdos relevantes para contribuir com a qualidade do seu sono e não encher a sua caixa de email